Universidade Positivo oferece grupos de apoio para vítimas de violência doméstica, incluindo LGBTs e adolescentes

Por - Maite Ritz

Com o objetivo de acolher pessoas que estejam ou estiveram em relacionamentos abusivos ou em situações de violência doméstica, o Centro de Psicologia da Universidade Positivo criou o projeto ”VIDORA” (Violência Doméstica e Relacionamento Abusivo). A iniciativa envolve estudantes do curso de Psicologia da instituição. Sob supervisão de professores, eles realizam o acompanhamento psicológico de cinco diferentes grupos: mulheres, homens, adolescentes, LGBT+ e estudantes da universidade.

Os encontros semanais são gratuitos e tiveram início na segunda-feira, 15 de abril, no campus Ecoville. O projeto conta, ainda, com plantão de atendimento para a comunidade, psicoterapia individual, palestras e grupos de conversa. 

As inscrições estão abertas e podem ser realizadas durante toda a duração dos grupos. Os interessados podem entrar em contato com o Centro de Psicologia da Universidade Positivo, indicando o interesse em participar de qualquer uma das atividades desenvolvidas pelo projeto, por meio dos telefones: (41) 3317-3169 ou (41) 3317-3266.

Confira as datas e horários dos primeiros encontros dos grupos de apoio para vítimas de violência doméstica:

Grupo de alunas da UP: segunda-feira (15), às 14h
Grupo de mulheres: terça-feira (16), às 14h e quarta-feira (17), às 18h
Grupo de adolescentes: quarta-feira (17), às 13h30 e quinta-feira (18), às 16h
Grupo de homens: quarta-feira (17), às 20h
Grupo de LGBT+: quarta-feira (17), às 18h e quinta-feira (18), às 8h

O campus Ecoville da Universidade Positivo fica na Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Ecoville. Mais informações e inscrições pelo e-mail projetovidora@gmail.com ou pelos telefones (41) 3317-3169 e (41) 3317-3266.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba