UFPR prevê vestibular para julho e admite mudanças, como fase única

- Atualizado às 21:49
Por - Josianne Ritz
(Foto: Franklin de Freitas)

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) aprovou, por unanimidade, o calendário do ano letivo de 2020 e a resolução que regulamenta as atividades de ensino no contexto das medidas de enfrentamento da pandemia de covid-19. A sessão extraordinária on-line, que começou na tarde do dia 7 de abril, foi interrompida após seis horas de deliberação e retomada hoje (8), para finalização e votação do calendário. Entre as decisões mais importantes estão a retomada do calendário acadêmico de 2020 em 12 de abril e a garantia de que os calouros começarão as aulas, sejam presenciais ou remotas, em 20 de setembro, quando o calendário de 2021 terá início. O reitor da UFPR, professor Ricardo Marcelo Fonseca, disse, em vídeo públicado nas redes sociais, que a data do vestibular ainda depende do cenário da pandemia de Covid-19, mas que o mês mais provável é julho. "A UFPR coloca em primeiro lugar a saúde, por isso precisamos aguardar um pouquinho mais para analisar a evolução da pandemia. Nossa ideia é manter o nosso plano A, a nossa prioridade e manter nosso o planejamento do vestibular como foi feito antes da pandemia, com duas fases conhecemos. Mas se as circunstâncias epmiológicas não permitirem que aquele planejamento seja colocado em prática, talves nós façamos algumas modificações, como fase única, com menos questões e redação no mesmo dia. Tudo isso para viabilizar que os calouros ingressem na UFPR em setembro. O mês mais provável para essas provas é julho", afirmou o reitor. "Estamos ansiosíssimos para receber os novos calouros em setembro". 

O Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná adiou a aplicação da prova da 1ª fase do Processo Seletivo de Ingresso, que seria realizada no dia 28 de março. A decisão vale também para as provas aos cursos do Setor de Educação Profissional e Tecnológica e ao cargo de Cadete Policial Militar e/ou Bombeiro Militar para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado do Paraná.

A minuta da resolução levada ao Cepe foi resultado de consultas e diálogos com a comunidade universitária, envolvendo professores, estudantes e técnicos-administrativos. O reitor da UFPR, professor Ricardo Marcelo Fonseca, destacou que a decisão pelo novo ciclo de atividades remotas busca atender a diversidade e heterogeneidade das mais diferentes áreas da instituição e a todos os estudantes, em particular àqueles com vulnerabilidade sócio-econômica. “A UFPR não parou em todos esse período de pandemia. Fizemos ciclos de Ensino Remoto Emergencial (ERE), desde o ano passado, que atenderam mais de 90% dos nossos estudantes de graduação. Nesse novo ciclo que deliberamos, damos um passo adiante fazendo a retomada do calendário”.

Retomada das aulas

Segundo a resolução 22/21-Cepe, as atividades de ensino dos cursos de educação superior, profissional e tecnológica da UFPR poderão ocorrer de forma remota ou híbrida, conforme os níveis de restrição impostos pela pandemia. A liberação ao ensino híbrido ficará condicionada aos comitês de biossegurança.

Com a aprovação do calendário acadêmico de 2020, as atividades serão retomadas a partir do dia 12 de abril, com a oferta de disciplinas. A integralização curricular ficou contemplada na resolução pela garantia nas matrículas ofertadas anteriormente à suspensão do calendário, em março do ano passado, e pela oferta de novas disciplinas.

O período de oferta de novas disciplinas do ano letivo de 2020 será de 12 a 26 de abril. A solicitação de matrículas pelos estudantes, através do Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (SIGA), poderá ser feita de 28 a 29 de abril. O início das aulas do ano letivo de 2020 será no dia 03 de maio. Conforme o calendário acadêmico aprovado, o início do ano letivo de 2021 está previsto para o mês de setembro.

As resoluções 22/21, que regulamenta o retorno das atividades de ensino, e 23/21, que estabelece o calendário acadêmico do ano letivo de 2020, estão disponíveis na página da Secretaria de Órgãos Colegiados (SOC).

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba