UFPR é a 7ª melhor universidade do Brasil segundo o Academic Ranking of World Universities

- Atualizado às 19:48
Por - Barulho Curitiba
(Foto: Franklin de Freitas)

Contando pela primeira vez com classificação em nível nacional, o Academic Ranking of World Universities (ARWU) 2019, divulgado na sexta-feira (28), apresenta a Universidade Federal do Paraná (UFPR) como a sétima melhor do país. A universidade continua entre as 600 melhores do mundo e é a única paranaense na lista — mesma situação da análise desde 2017, quando a instituição estreou no levantamento, também conhecido como Ranking de Shangai. A UFPR permaneceu como a segunda mais bem classificada entre as instituições do Sul do Brasil.

Em âmbito mundial, a UFPR figura entre as 106 universidades das Américas que estão no grupo que abrange as posições de 501 a 1000. Entre as 500 melhores, existem outras 164 instituições do continente. Segundo o ranking mais recente da ARWU, à frente da UFPR estão apenas instituições públicas: na ordem crescente, USP, UFRJ, Unesp, Unicamp, UFMG e UFRGS.

Sobre o ranking

A avaliação da Shanghai Ranking Consultancy é realizada desde 2003 e considera indicadores de performance que abrange número de pesquisadores altamente citados e de artigos indexados, de acordo com índices do Web of Science Group. Para entrar no ranking, é preciso que a universidade possua prêmios Nobel, medalhistas de campo, pesquisadores altamente citados ou trabalhos publicados nas revistas Nature ou Science.

Os pesos dos critérios são os seguintes: qualidade de educação (ex-alunos com prêmios Nobel ou medalhas Field), com 10%; qualidade de competência (estafe com os prêmios citados ou entre os Highly Cited Researchers), com 40% no total; produção de pesquisa (papers publicados em Nature ou Science e/ou indexados nos índices do Web of Science), com 40% no total; e performance per capita, que avalia o desempenho acadêmico dos indivíduos da comunidade acadêmica, com 10%.

De acordo com a consultoria, que afirma ser “totalmente independente”, cerca de 1,8 mil universidades são analisadas anualmente e as mil melhores são publicadas

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba