Soma Galeria inaugura exposição 'Fui a São João da Guanabara e lembrei de você', do carioca João Fasolino

Por - Barulho Curitiba

Os deslocamentos fazem parte do trabalho do artista João Fasolino. Nascido e criado no Rio de Janeiro, mudou-se para São Paulo para estudar artes visuais. A partir deste período, foi agregando características destes dois estados brasileiros para criar um estado fictício chamado São João da Guanabara.


Quem visitar a SOMA Galeria a partir de 14/05 (sexta-feira) poderá apreciar, sentir e conhecer este estado inventado, na abertura da exposição “Fui a São João da Guanabara e lembrei de você”, que conta com 27 telas, 4 aquarelas, 3 esculturas e um vídeo, além de um mural pintado para a exposição durante a residência artística que João Fasolino realizou em Curitiba, exclusivamente para esta exposição.

Ele chegou em Curitiba em 03/05 e produziu a pintura mural, além de conceber a montagem, definindo como as obras ficarão dispostas, dialogando com a arquitetura do espaço e de seu entorno, formando não só uma exposição, mas também uma instalação. A SOMA Galeria faz parte do multiespaço SFco179, localizado na Rua São Francisco, no Centro de Curitiba.

O processo de invenção de um novo estado
São João da Guanabara foi criado por João Fasolino quando cursava a faculdade de artes. Começou como tema de uma pesquisa, que passou a acompanhar seu trabalho artístico desde então. “Na faculdade, muitas pessoas se questionavam se eu preferia pintar o Rio ou São Paulo. Mas meu trabalho não era de pintar lugares. Até que eu pensei: porque não pintar esses lugares? Não só um ou outro. Eu criei um lugar que é a união desses dois”, explica Fasolino.

“Esses trabalhos são a visão do que poderia ser São João da Guanabara”, comenta o artista sobre as telas, aquarelas, esculturas e um mural, as imagens produzidas para criar esse estado inventado. Nota-se que são obras ricas em cores e em elementos da natureza, fazendo referência ao processo de descobrimento de novas terras. “A mata era a primeira descoberta, uma primeira entrada sem construção humana. Aos poucos entra a figura humana, coexistindo no lugar”, explica. Com o passar dos anos, São João da Guanabara deixou de ficar restrita a elementos do Rio de Janeiro e de São Paulo, adquirindo identidade própria a partir da incorporação de características de outros lugares.

Um estado com trilha sonora própria
A música é um outro elemento que permeia o trabalho de João Fasolino, proporcionando mais uma camada em seu conteúdo artístico. A maioria das obras da exposição foram batizadas ou inspiradas por títulos de músicas, podendo ter relação direta com a imagem ou não. Temas da MPB, disco, bolero, soul music, rock, pop e outros ritmos compõem a trilha sonora.

“A música sempre embala a vida contemporânea de certa forma” afirma o artista, que preparou um vídeo que será exibido no local com trechos de videoclipes, capas de discos e músicas relacionadas às obras. Ele também criou uma playlist na plataforma Spotify para quem quiser ouvir antes de visitar a exposição e chegar ao local com uma intenção do que a música pode representar para uma imagem apreciada na exposição. A playlist vai estar disponível no perfil de Instagram da SOMA Galeria.

Serviço:
Exposição “Fui a São João da Guanabara e lembrei de você”, de João Fasolino
Local: SOMA Galeria
Endereço: Rua São Francisco, 179 (no multiespaço SFco179)
Datas: de 14/05 (abertura) a 22/06
Horário: Inauguração das 16h às 22h (no dia 14/05). Visitação das 11h às 19h, de segunda a sábado.
Entrada gratuita
Informações: somagaleria@gmail.com
https://www.instagram.com/somagaleria/

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba