Seis temas que não podem ficar fora da revisão para a prova de matemática do Enem

- Atualizado às 11:57
Por - Redação Barulho Curitiba
(Foto: Divulgação)

Desde os primeiros anos na escola, a matemática é  considerada, para a maioria dos alunos, um verdadeiro "bicho de sete cabeças". Para os jovens que não têm afinidade com a disciplina, é necessário se preparar muito para conseguir bons resultados nas provas. Mas será que existe uma maneira prática e eficiente de revisar os conteúdos da matéria e ir bem na "temida" prova de matemática do Enem?

O  Professor Ferretto - maior influenciador de matemática do Brasil, com mais de 1,7 milhões de inscritos no Youtube- ensina durante seus vídeos uma matemática completa e descomplicada, explicada em uma linguagem que ajuda os estudantes a compreenderem os tópicos da matéria. Nesta semana pré-ENEM, entre 05 e 09 de novembro, sempre às 19h, ele irá disponibilizar "aulões"de revisão do conteúdo para quem deseja "gabaritar".

"O foco agora é priorizar os conteúdos que aparecem constantemente no Enem, sem estudar assuntos complexos nessa reta final. Eu sugiro que os alunos repassem aquilo que já foi estudado durante o ano letivo, pois ainda dá tempo de tirar uma excelente nota no exame", comenta o Professor Ferretto.

Abaixo, ele lista os principais assuntos que devem ser revisados:

Matemática básica
É o primeiro conteúdo que deve estar na lista de uma boa revisão, pois será a base principal para todos os outros assuntos. Conhecer esse tema por completo com certeza facilita na resolução de outros problemas exigidos. "Priorize porcentagem, razão e proporção, equação do 1° e 2° grau e MMC. Aqui entra o assunto escalas, também", recomenda.

Funções
Para o professor, as funções com toda certeza estarão presentes em algumas questões da prova, pois elas são cobradas praticamente em todos os anos. "Indico manter o foco na função afim e na quadrática, principalmente em questões contextualizadas no qual o aluno deve montar a lei dessas funções", diz ele.

Geometria plana
A geometria é uma área muito ampla e pode ser exigida de várias maneiras durante a prova. "Como tudo já foi estudado, agora é priorizar cálculo de áreas e perímetros. Triângulo retângulo, os quadriláteros e o círculo são as figuras mais cobradas. O hexágono volta e meia costuma aparecer. As relações métricas e trigonométricas no triângulo retângulo são fundamentais", salienta o professor.

Geometria espacial
Nesse quesito, para o especialista, o importante agora é manter o foco no volume dos sólidos. "Eu diria que prismas, cilindros, cones e esfera são os principais. Sugiro refazer muitas questões, para ficar bem treinado e se dar bem na hora da prova", diz Ferretto.

Análise combinatória e probabilidade
Segundo o especialista, esse tópico é o que mais assusta a maioria dos alunos, não pela dificuldade em si, mas porque é exigido direto. "O importante é fazer muitas questões básicas em um primeiro momento. Isso servirá para se acostumar com os detalhes que podem ser cobrados e dará confiança à medida em que forem respondidas com frequência", pontua.

Estatística
Além manter o foco em muitas questões que envolvem gráficos, o professor aconselha rever média aritmética, moda e a mediana. "É importante deixar claro que muitos temas ficarão de fora das questões exigidas na prova, mas recomendo que esses citados acima sejam a "espinha dorsal" dos estudos nesses últimos dias", finaliza Ferretto.

Sobre o Professor Ferretto: É o maior influenciador de matemática do Brasil, com mais de 1,7 milhões de inscritos no Youtube. O canal proporciona a milhares de estudantes a oportunidade de aprender e se desenvolver na matemática, desde o nível básico até a matemática do ensino superior. O acesso aos conteúdos do canal é gratuito, e também há cursos que podem ser adquiridos no site. Em seu blog, o professor também dá dicas para entender a matemática de forma prática e sem complicação.
 

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba