Saiba quais cursos da UFPR e da UTFPR receberam nota 5 do MEC

- Atualizado às 21:21
Por - Redação Barulho Curitiba
(Foto: Divulgação)

Seis cursos da UTFPR  e três na UFPR foram avaliados pelo Ministério da Educação (MEC) no início deste ano com nota máxima (5). A análise envolve uma escala que atribui conceitos graduados em cinco níveis. Os valores iguais ou superiores a três indicam qualidade satisfatória. A avaliação é feita em instituições de ensino superior, públicas ou privadas, na modalidade presencial ou a distância. São consideradas pela comissão de avaliadores a organização didático-pedagógica, a infraestrutura e o corpo docente e tutorial.

Na UTFPR, receberam conceito máximo (5) os cursos de Engenharia Química (Apucarana), Engenharia de Alimentos (Francisco Beltrão), Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia (Toledo), Ciências da Computação e Licenciatura em Ciências Biológicas (Santa Helena). Além disso, o curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia do Câmpus Dois Vizinhos também recebeu conceito 4.

Na UFPR,  Letras Libras, Gestão de Turismo e Engenharia Ambiental e Sanitária receberam nota 5, a maior possível. O objetivo da avaliação, feita por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), é atestar a qualidade dos cursos universitários visando reconhecer novos cursos, ou renovar o reconhecimento.

A existência destes três cursos e sua excelente avaliação pelo MEC atestam a qualidade do ensino de graduação ofertado pela UFPR e o compromisso de formar profissionais comprometidos com temas ligados diretamente a estes cursos como o meio ambiente, o desenvolvimento regional e a inclusão.

O professor Eduardo Barra, Pró-Reitor de Graduação (Prograd), destacou a parceria entre a pró-reitoria e os cursos, com o apoio institucional para superar as principais dificuldades que atingem as graduações. “Fizemos um esforço muito grande nos últimos dois anos para colocar em ordem a documentação de todos os cursos, mantendo muito bem cuidados os registros nos sistemas do MEC”, explica Barra, destacando os temas da documentação e da permanência estudantil como os prioritários.

“Estes resultados nos orgulham por terem sido obtidos em momentos tão desfavoráveis. Isso significa que a restrição de recursos por que passamos não rompeu o compromisso que nossos coordenadores, professores, estudantes e técnicos-administrativos têm com a qualidade da educação que nós proporcionamos aqui na UFPR”, completou.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba