Programação do Cinema Em Casa Com Sesc celebra Eduardo Coutinho

JOGO DE CENA  Dir.: Eduardo Coutinho | Brasil | 2007 | 105 min
JOGO DE CENA Dir.: Eduardo Coutinho | Brasil | 2007 | 105 min (Foto: Divulgação)

Para celebrar o Dia do Cinema Brasileiro, o Cinema #EmCasaComSesc começou no dia 19 de junho uma programação especial em homenagem a Eduardo Coutinho. No catálogo, três importantes obras do documentarista e um filme com uma das últimas entrevistas do premiado diretor, morto em 2014. Vencedor dos prêmios de Melhor Filme e Melhor Direção no Festival Sesc Melhores Filmes, o renomado ‘Jogo de Cena’ é um clássico de Coutinho que mistura a realidade documental com ficção na presença de mulheres anônimas que contam suas histórias, também interpretadas por atrizes.

A história de trabalhadores da indústria metalúrgica do ABC Paulista e suas participações no movimento grevista de 1979 a 1980 é registrada no longa-metragem ‘Peões’, vencedor do Prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Brasília.

Em ‘Santo Forte’ - vencedor dos prêmios de Melhor Filme, Roteiro e Montagem, no Festival de Cinema de Brasília, do Prêmio Especial do Júri, no Festival de Gramado, e do Prêmio da Crítica de Melhor Filme, no Festival Sesc Melhores Filmes - o diretor mergulha na intimidade de católicos, umbandistas e evangélicos de uma favela carioca. Indicado ao Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro, como Melhor Filme, ‘Eduardo Coutinho, 7 de Outubro’ é o documentário que coloca o cineasta diante de sua própria equipe e inverte o jogo com o entrevistador na frente das câmeras.

+ Filmes_disponíveis_no sescsp.org.br/cinemaemcasa.

Plataforma está no ar desde junho

Desde o início de junho, o CineSesc realiza a série Cinema #EmCasaComSesc, na plataforma Sesc Digital (sescsp.org.br/cinemaemcasa). A iniciativa de oferecer gratuitamente filmes em streaming reforça os aspectos que ancoram a ação institucional do Sesc São Paulo, garantindo o acesso a conteúdos da cultura a variados públicos. Com maior presença no ambiente online, o Sesc amplia sua ação de difusão cultural, de maneira acessível e permanente. O público ganha assim mais um espaço para contemplar, descobrir e redescobrir o cinema, a partir de grandes obras selecionadas, disponibilizadas online e gratuitamente.

Os filmes ficam disponíveis por um período determinado, com alterações e novas estreias semanais a cada quinta-feira. Há ainda possibilidade de prorrogação da exibição, conforme a demanda do público, além de sessões especiais por períodos menores (como 24h, por exemplo). A curadoria do Cinema #EmCasaComSesc conta com a experiência do CineSesc, que segue fechado desde o mês de março, por conta da crise causada pelo novo coronavírus.

+ SESC Digital

A presença digital do Sesc São Paulo vem sendo construída desde 1996, sempre pautada pela distribuição diária de informações sobre seus programas, projetos e atividades e marcada pela experimentação. O propósito de expandir o alcance de suas ações socioculturais vem do interesse institucional pela crescente universalização de seu atendimento, incluindo públicos que não têm contato com as ações presenciais oferecidas nas 40 unidades operacionais espalhadas pelo estado. Por essa razão, o Sesc apresenta o Sesc Digital, sua plataforma de conteúdo!

+ em www.sescsp.org.br/sescdigital

ESPECIAL EDUARDO COUTINHO

JOGO DE CENA

Dir.: Eduardo Coutinho | Brasil | 2007 | 105 min | Documentário | Livre
Atendendo a um anúncio de jornal, oitenta e três mulheres, interessadas em participar do documentário, tiveram interesse em contaram suas histórias de vida em um estúdio. Coutinho convida as personagens a compartilharem suas alegrias e tristezas, convidando para bem perto as experiências mais marcantes. Em junho de 2006, vinte e três delas compareceram e foram filmadas no Teatro Glauce Rocha no Rio de Janeiro. Em setembro do mesmo ano, atrizes interpretaram, a seu modo, as histórias contadas pelas personagens escolhidas. O longa mistura realidade e dramaturgia, onde os personagens reais falam da sua própria vida, depois estas personagens se tornam modelos a desafiar atrizes e por fim, as atrizes interpretam as personagens. Vencedor dos prêmios de Melhor Filme e Melhor Direção no Festival Sesc Melhores Filmes.

PEÕES

Dir.: Eduardo Coutinho | Brasil | 2004 | 85 min | Documentário | Livre
A história pessoal de trabalhadores da indústria metalúrgica do ABC paulista que tomaram parte no movimento grevista de 1979 e 1980, mas permaneceram em relativo anonimato. Eles falam de suas origens, de sua participação no movimento e dos caminhos que suas vidas trilharam desde então. Exibem souvenirs das greves, recordam os sofrimentos e recompensas do trabalho nas fábricas, comentam o efeito da militância política no âmbito familiar, dão sua visão pessoal de Lula e dos rumos do país. Vencedor do Prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Brasília.


SANTO FORTE

Dir.: Eduardo Coutinho | Brasil | 1999 | 80 min | Documentário | 12 anos
Entre uma missa campal celebrada pelo Papa no Aterro do Flamengo e, meses depois, a comemoração do Natal, o documentário penetra na intimidade dos católicos, umbandistas e evangélicos de uma favela carioca. Cada um a seu modo, eles crêem na comunicação direta com o sobrenatural através da intervenção de santos, orixás, guias ou do Espírito Santo. Vencedor dos prêmios de Melhor Filme, Roteiro e Montagem, no Festival de Cinema de Brasília, do Prêmio Especial do Júri, no Festival de Gramado, e do Prêmio da Crítica de Melhor Filme, no Festival Sesc Melhores Filmes.

EDUARDO COUTINHO, 7 DE OUTUBRO

Dir.: Carlos Nader | Brasil | 2013 | 71 min | Documentário | 12 anos
Uma entrevista, uma tarde, uma locação, um único personagem. Partindo das ?prisões que libertam? no documentário coutiniano, é a vez de inverter o jogo e ver o maior entrevistador do cinema brasileiro em frente às câmeras. “Eduardo Coutinho, 7 de Outubro” é um documentário que coloca o cineasta diante de sua própria equipe. Indicado ao Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro, como Melhor Filme.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba