Plá, artista de rua famoso de Curitiba, ganha filme, que estreia no dia 14 de agosto

- Atualizado às 21:41
Por - Henrique Romanine, especial para Barulho Curitiba
(Foto: Franklin de Freitas)

Curitiba possui muitas figuras icônicas e que já são parte integrante do folclore da cidade. De Paulo Leminski ao Oil Man, o que não falta são personas que ajudaram a construir a história cultural da capital paranaense. Uma delas é o Plá, disparado o artista de rua mais famoso da nossa região. Nascido em Santa Catarina, mais especificamente em Campo Belo do Sul, Ademir Antunes (o Plá) se mudou para Curitiba em 1976, e começou a fazer o seu caminho por aqui, desde então.

Eleito cidadão honorário de Curitiba no ano passado, Plá agora virou filme. Isso mesmo! 'Plá Rock o Filme' estreia na Cinemateca, no dia 14 de agosto. Dirigido por GG Valentino, o documentário pretende mostrar ao público um outro lado do músico, que apenas os mais próximos conhecem.
Plá é conhecido por conta de suas mensagens acerca da liberdade e da vida auto-sustentável. Muitos o consideram um profeta da cidade. E ele, como encara o alcance de suas ideias? “Acredito que exista uma pequena parte de pessoas dispostas a transcender a sociedade. Através do que faço, procuro passar a ideia de desprendimento, de nos focarmos no momento presente. Existem muitas pessoas dispostas a isso, a essa nova concepção de vida”.
Para ele, o lema do "faça você mesmo", é o caminho da verdadeira felicidade e sabedoria. "Temos que acreditar em nós mesmos, trazer para o externo o que habita no interno, o que temos de bom, de positivo".

Conhecida por alguns por ser uma cidade fria, não apenas no sentido da temperatura, Curitiba ganha nova definição através da visão de Plá, que revela o motivo de ter escolhido o local para viver. "Considero uma cidade muito simpática, sempre gostei daqui. Como eu já compunha, decidi me mudar para cá, com o intuito de me aperfeiçoar profissionalmente".
E ser homenageado com um filme sobre a sua obra, é um motivo de muito orgulho. para ele. "Fico muito contente, muito feliz mesmo. O mundo precisa de vibração, de novas possibilidades. O filme, para mim, representa isso muito bem".

Produção do filme
GG Valentino, o responsável por levar a obra de Plá para as telas, revela que o processo de filmagem foi bastante tranquilo. "Eu já conhecia o Plá de vista, e nos aproximamos para valer em 2018. Percebemos uma energia diferente entre nós e decidimos apresentar isso de alguma forma. Acompanhamos ele por um ano, por vários festivais e apresentações, e tudo fluiu de forma muito legal, sem atropelos".

Segundo GG, um dos maiores destaques foi conseguir realizar uma obra cinematográfica sem apoio de ninguém. "O dinheiro saiu do meu próprio bolso, não contamos com apoio de ninguém, nem da Fundação Cultural de Curitiba. Queríamos mostrar que é possível fazer cinema com a própria grana".
E Plá não interferiu na produção, muito pelo contrário. Com entendimento entre ambas as partes, tudo fluiu positivamente. "Havia o risco de acontecer alguns problemas, devido aos nossos costumes serem diferentes dos costumes dele, mas como nos entendemos desde o começo, foi uma tranquilidade total. Foi uma transformação de ambas as partes. Não cortamos nada, tudo que ele falou, está no filme".

E, em meio a toda a polêmica envolvendo o cinema nacional, como GG avalia o futuro da produção cinematográfica? "Essa polêmica da Ancine (Agência Nacional do Cinema) é algo complicado. Precisamos de dinheiro do governo, mas conseguimos mostrar que podemos fazer as coisas do próprio bolso. Acho que a dificuldade que possa vir a partir das próximas políticas, pode ajudar a erguer a produção nacional. Temos que, assim como o Plá mesmo diz, pensar positivamente", finaliza.

Serviço
Lançamento do filme ‘Plá Rock o Filme’
Quando: 14 de agosto, às 20 horas
Onde: Cinemateca Curitiba - Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174, Curitiba
Quanto: Gratuito

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba