Peça `Bem-vindos à espécie humana” ironiza a evolução humana

- Atualizado às 20:56
Por - Barulho Curitiba
(Foto: Divulgação)

O espetáculo “Bem-vindos à espécie humana”, nova montagem da companhia brasileira de teatro, faz sua estreia nacional em Curitiba, no Teatro Novelas Curitibanas – Claudete Pereira Jorge no dia 14 de novembro (quinta-feira) e fica em cartaz de quinta a domingo até dia 15 de dezembro, sempre às 20h. Os ingressos são gratuitos e começam a ser distribuídos 1h antes de cada apresentação no próprio teatro.

 

No best seller do historiador Yuri Noval Harari e no texto do dramaturgo francês Benoit Lambert, o ser humano e sua evolução no planeta Terra em relação a outras espécies e a ele mesmo é apresentada sob a perspectiva da agressividade, e de como as guerras, o sistema capitalista e as religiões abraçam as características humanas e ditam o modos operandi das nossas sociedades complexas. São esses os conceitos presentes na dramaturgia criada pela companhia brasileira de teatro para seu novo espetáculo.

 

Em cena, as atrizes Cássia Damasceno e Giovana Soar desenham e apresentam para a plateia um inventário de algumas das experiências que nos unem como espécie humana ao decorrer dos séculos: o medo, a religião, o sistema capitalista e a relação com o dinheiro, o consumo, a acumulação e as armas. Ao decorrer dos 50 minutos de espetáculo, de forma irônica e bem-humorada, as duas atrizes questionam as escolhas e desejos do homem animal e sua relação intrínseca com a agressividade, buscando decifrar quais foram os mecanismos que nos trouxeram até o nosso violento presente.

 

Ao refletir sobre a evolução do ser humano e como ela recai em nossas vidas íntimas e particulares, uma das buscas da companhia com a obra é pela aproximação com o público jovem – em especial a Geração Z (nascidos entre 1990 e 2010) – dialogando com seus interesses e forma de enxergar o homem contemporâneo, e ainda, tentando entender suas perspectivas – pessimistas ou não – de futuro. 

 

A peça foi contemplada pelo Edital Novelas Curitibanas 2019 da Fundação Cultural de Curitiba, e realiza essa primeira temporada na cidade de forma gratuita. Os lugares no Teatro Novelas Curitibanas – Claudete Pereira Jorge são limitados (70 cadeiras), e a distribuição dos ingressos acontece no próprio teatro sempre 1h antes de cada apresentação.

 

Sobre a companhia brasileira de teatro

A companhia brasileira de teatro é um coletivo de artistas de várias regiões do país fundado pelo dramaturgo e diretor Marcio Abreu em 2000, em Curitiba, onde mantém sua sede num prédio antigo do centro histórico. Sua pesquisa é voltada sobretudo para novas formas de escrita e para a criação contemporânea. Entre suas principais realizações, peças com dramaturgia própria, escritas em processos colaborativos e simultâneos à criação dos espetáculos, como PRETO (2017); PROJETO bRASIL (2015); Vida (2010); O que eu gostaria de dizer (2008); Volta ao dia… (2002).

Há ainda uma série de criações a partir da obra de autores inéditos no país como Krum (2015) de Hanock Levin; Esta Criança (2012), de Joël Pommerat; Isso te interessa? (2011), a partir do texto Bon, Saint-Cloud, de Noëlle Renaude; Oxigênio (2010), de Ivan Viripaev, Apenas o fim do mundo (2006) de Jean Luc Lagarce; Suíte 1 (2004) de Phillipe Myniana. Sua peça mais recente é uma adaptação da obra Platonov de Anton Tchekov intitulada POR QUE NÃO VIVEMOS? (2019).

A companhia realiza ainda frequentes intercâmbios com outros artistas no país e no exterior, estreou na França em 2014 o espetáculo Nus, ferozes e antropófagos em parceira com o coletivo francês Jakart. Mantém um repertório ativo e que circula com frequência. Recebeu os principais prêmios das artes no país. Maiores informações, acesse www.companhiabrasileira.art.br.

 

Serviço
Bem-vindos à espécie humana

De 14/11 a 15/12, de quinta à domingo, às 20h.
Entrada franca. Ingressos distribuídos 1 hora antes do início do espetáculo.
Teatro Novelas Curitibanas – Claudete Pereira Jorge
Endereço: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.222 - São Francisco, Curitiba - PR, 80510-040
Classificação indicativa: 16 anos
Duração: 50min

 

Ficha técnica

Uma criação da companhia brasileira de teatro com Giovana Soar, Cássia Damasceno, Nadja Naira, Marcio Abreu, Ranieri Gonzalez, Fernando Marés, Helen Kaliski, Jo Mistinguett, Pedro Fiuza, Aristeu Araújo, Mical Kairós, Luísa Bonin, Kathy Alves.

 

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba