Nos 61 anos de Madonna, confira os seus 20 melhores hits

- Atualizado às 02:32
Por - Henrique Romanine
Madonna na época de Like a Virgin.
Madonna na época de Like a Virgin. (Foto: Divulgação/madonna.com)

Mais de 300 milhões de discos vendidos e 57 canções no topo das paradas em todo o mundo. Responsável pelas maiores revoluções causadas por uma artista feminina na música. A cantora que mais quebrou preconceitos, paradigmas e morais na história. A Rainha do Pop e aniversariante do dia. Só podia ser ela: Madonna.

Amando ou odiando, é impossivel ficar indiferente à influência de Madonna Louise Veronica Ciccone. Ao lado de Elvis, Beatles e Michael Jackson, ela faz parte de um panteão que mudou para sempre os caminhos da cultura pop.

Em comemoração aos seus 61 anos, os seus 20 melhores hits. Porque quem é rainha não perde a majestade jamais.

20º) Beautiful Stranger

Com ecos sessentistas, Madonna fechou a década de 90 com chave de ouro.

19º) Express Yourself

Empoderamento feminino e submissão masculina. Se hoje em dia, isso já causa polêmica entre os "machos-alfa", imagina no final da década de 80...

18º) Sorry

Bebendo na fonte da disco music, Madonna promoveu uma das canções mais suingadas dos anos 2000.

17º) Lucky Star

Quer saber como se originou, REALMENTE, a moda dos anos 80? É só assistir esse clipe.

16º) Justify My Love

Em parceria com Lenny Kravitz, e usando como base 'Security of the First World', do Public Enemy, a cantora adentrava os anos 90 antecipando o lado voyeur e as perversões sexuais de todo mundo. Um tapa, com classe, na hipocrisia e no moralismo.

15º) Live to Tell

O primeiro passo de Madonna rumo à grandiosidade como artista.

14º) Take a Bow

Porque Madonna, quando quer, sabe ser romântica.

13º) Music

É Madonna declarando, genuinamente, o seu amor pela música.

12º) Papa Don't Preach

Abordando a gravidez na adolescência, foi a primeira grande polêmica de Madonna com organizações sociais e religiosas. Novamente, outro sucesso.

11º) La Isla Bonita

Muito antes do boom do reggaeton e outros gêneros afins, Madonna já flertava com a música latina. É pioneirismo que se chama?

10º) Borderline

Grande hit de seu primeiro álbum, no clipe Madonna abordava, levemente, um relacionamento abusivo. Isso em 1983. Se você falar que foi oportunismo, sabe de nada inocente.

09º) Holiday

Primeiro grande sucesso, e primeiro número um da cantora. Quer animar uma festa? Eis a música certa.

08º) Material Girl

A canção que cunhou o termo de "materialista" para Madonna não passa, na verdade, de uma crítica bem-humorada ao modo capitalista de ser.

07º) Hung Up

Ao samplear 'Gimme Gimme Gimme', do ABBA, Madonna tomou a canção para si, fez uma geração inteira redescobrir os clássicos da disco music, e criou um dos seus singles mais marcantes.

06º) Ray of Light

Em meio ao furor pela chegada do novo milênio, Madonna discutia a liberdade, misturando trance, rock e techno no mesmo caldeirão. Clássico instantâneo.

05º) Frozen

Obra-prima que reflete o amadurecimento pessoal e profissional de Madonna. Além de ter gerado um dos melhores registros visuais dos anos 90.

04º) Like a Virgin

Madonna vestida de noiva, com um cinturão escrito 'Boy Toy', e rolando no palco do VMA da MTV, cantando (e sussurrando) o prazer do primeiro orgasmo. Uma das imagens mais emblemáticas do século 20.

03º) Vogue

Homenageando o cinema, e colocando a cultura GLS no centro do protagonismo cultural, Madonna deu um chega pra lá em todos os 'ismos' possíveis. Strike a Pose!

02º) Into the Groove

A canção pop mais irresistível do repertório de Madonna

1º) Like a Prayer

Ao colocar sexualidade, religião, racismo, machismo e intolerância em uma única canção, Madonna não só criou o seu maior clássico. Trouxe à luz uma das obras sociais, culturais e históricas mais representativas do século 20. Como dito pela revista Rolling Stone, "o exato momento em que o pop chegou mais perto de ser considerado uma obra de arte".

Escute a playlist com os 20 hits abaixo:

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba