Maioria da Geração Z não gosta de seguir tendências. É o que mostra pesquisa do Twitter

- Atualizado às 22:18
Por - Redação Bem Paraná
(Foto: Reprodução)

 

Um estudo do Twitter traz insights sobre o perfil, hábitos de consumo e interações da Geração Z, composta pelos nascidos entre 1994 e 2009, que utilizam a plataforma no Brasil. Para 73% dos entrevistados, o celular é o dispositivo mais importante para acessar a internet - e é bastante usado como complemento da televisão. Para eles, ser conectado é coisa do passado, porque não se desconectam nunca. 

Enquanto assistem à TV, eles usam o aparelho para conferir redes sociais, trocar mensagens com amigos, jogar games, buscar informações sobre o que estão assistindo e comentar sobre séries. Conforme as respostas coletadas, o estudo conclui que o Twitter é humor, informação, comunidade e tendência - essa nova geração usa a plataforma para acompanhar eventos ao vivo, compartilhar assuntos do dia a dia e interagir com marcas. E se engana que a geração Z "segue os mestre". De acordo com a pesquisa, 54% deles não se importa com a última tendência e 72% não gosta de seguir a última moda. 

Segundo a pesquisa, 71% deles acompanham memes pelo Twitter, 72% seguem assuntos de interesse, como música, política e programas de TV, 59% compartilha opinião, 69% seguem e interagem com seus amigos e 39% seguem celebridades e influenciadores. 

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba