Janaina Fellini inaugura 'Sessões no Jardim', projeto em novo espaço cultural de Curitiba

Por - Barulho Curitiba
(Foto: Web Mota/Divulgação)

Um quintal de 200m2 numa casa antiga e reformada, num dos bairros mais tradicionais de Curitiba. A história pode até cheirar à naftalina. Mas assim como na gastronomia, o contraste – dessa vez entre história e contemporaneidade - é o destaque do projeto “Sessões no Jardim”, que estreia no dia 14 de maio (sábado), no Petrisserie – Cultura e Gastronomia, café, restaurante e espaço cultural recém-inaugurado nas Mercês, em Curitiba.

A ideia é receber um público diverso e espontâneo, iniciado ou não, para acompanhar música ao vivo, performances, discotecagens, intervenções e conversas sobre assuntos que nos afetam – o fazer artístico, o pós-pandemia, a nossa relação com a cidade, e as artes em geral. O projeto é de autoria de Felipe Petri, chef e proprietário do Petrisserie; e de Cristiano Castilho, jornalista responsável pela mediação dos encontros. A primeira convidada é Janaina Fellini, cantora, compositora e “colecionadora de histórias”. No show no jardim, ela será acompanhada pelo produtor e multi-instrumentista Vinicius Nisi (A Banda Mais Bonita da Cidade). No repertório, faixas conhecidas de sua carreira, e músicas do EP “Para Onde Vai o Amor” (2021), espécie de trabalho em conjunto com seus amigos e fãs, que lhe mandaram histórias e experiências sobre o amar, mesmo em meio à pandemia. Este trabalho tem direção musical de Nisi e arranjos de Erica Silva (Mulamba).

Nesta mesma data de estreia, haverá um bate-papo com Gabriel Guerrer. O curitibano é doutor em física e “curioso”. Colaborou com um experimento no maior acelerador de partículas do mundo, chamado de Grande Colisor de Hádrons, na Suíça, e atualmente conduz experimentos para investigar se a mente pode influenciar a matéria à distância. Na conversa, passeará por temas como as fronteiras entre a fé e o misticismo, numa provocação sobre fenômenos internos e míticos conduzidas sob o rigor do senso científico.

“Este é um momento de retomada da cultura, da vida social e da ocupação dos espaços compartilhados. É uma ótima oportunidade de artistas do cenário autoral mostrarem seus trabalhos para quem não chega até nós. A combinação da gastronomia, do alimento para o corpo, e da arte, o alimento para alma, me parece certeiro”, diz Janaina – que também lançou seu primeiro álbum, homônimo, em 2012, e “Casa Aberta” (2015), este com arranjos do maestro Letieres Leite.

“Sofremos demais com as coisas intangíveis. Por isso, este espaço e esse projeto são para nos fazer agir em relação àquilo que ainda podemos mudar. E também para nos conectar com o presente, e com quem está ao nosso redor, somando e produzindo”, complementa Petri.

A gente não quer só comida
A ideia é que uma gastronomia afetiva dialogue com um espaço que propicia contato permanente com a arte. A fachada da casa, por exemplo, ficou sob a responsabilidade do Coletivo Valetão, formado por Thiago Syen, Jorge Galvão e Árvore Um, artistas conhecidos por diversas intervenções em Curitiba. Na lateral do jardim, há um painel de 52m2 criado por Xamiteama, artista de rua carioca radicado em Vitória (ES). Numa das paredes internas do salão principal, há um trabalho da chargista e cartunista curitibana Pryscila Vieira. Ainda na área interna, há uma escultura em madeira do também curitibano de Jefferson Santos, nome de expressão das artes plásticas brasileiras. Charges de Benett, dos jornais Plural e Folha de S. Paulo, instigam os visitantes e decoram os corredores do espaço.

“O ‘Sessões no Jardim’ dará relevância a quem está pedindo passagem, mas também propõe um passo ao lado para que mais gente possa ocupar este espaço de evidência”, conta Petri. O projeto irá acontecer mensalmente, aos sábados. Sempre com a ideia de propor arte e cultura, entretenimento e troca, conversas e expansões, na medida certa – assim como é feito na boa cozinha.

E na cozinha, aliás, a inspiração de Felipe Petri vem das técnicas e sabores de antigamente – mas num formato moderno. O almoço executivo será composto por entrada, prato principal e sobremesa. Quiches, sanduíches e doces, com destaque para sabores nostálgicos, como os tradicionais sonhos de padoca, também fazem parte da oferta. Já o bar tem um menu contemporâneo, com uma carta de bebidas descomplicadas, que vão de drinks a vinhos, passando por cervejas artesanais.

SERVIÇO
Sessões no Jardim – com Janaina Fellini, Gabriel Guerrer e convidados
Dia 14 de maio, sábado
A partir das 11h
Shows a partir das 15h
Petrisserie - Cultura e Gastronomia
Rua Tenente João Gomes da Silva, 405, Mercês
R$ 12 (valor revertido aos artistas)

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba