Itaú Cultural Play apresenta mostra retrospectiva do cineasta Ugo Giorgetti

Por - Barulho Curitiba
(Foto: Divulgação)

No dia 6 de agosto (sexta-feira), o cineasta paulistano Ugo Giorgetti ganha retrospectiva de sua obra e pré-estreia nacional das suas duas mais recentes produções, a ficção Dora e Gabriel, de 2020, e o documentário Paul Singer, uma utopia militante, de 2019. Até 5 de outubro, a Itaú Cultural Play terá apresentado 14 filmes de seus principais filmes, como Festa, Sábado e o clássico Boleiros, e outros menos conhecidos como o drama Jogo duro, sua estreia na ficção em 1985. As exibições assinalam a parceria entre a Itaú Cultural Play e o Espaço Itaú de Cinema, que se junta aos demais parceiros curatoriais da plataforma de streaming, gratuita e dedicada ao audiovisual e cinema brasileiro.

Apresentada no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca, por uma semana até 5 de agosto, a retrospectiva comemorou os 20 anos daquelas salas no shopping paulistano de mesmo nome. Celebrou, ainda, os 79 anos do cineasta, cuja obra é marcada pelo humor, a melancolia, a crítica social e o gosto por filmar histórias universais na cidade de São Paulo. Criador rigoroso, que trabalha na fronteira entre a comédia e o drama, entre poucos cenários e procurando valorizar o ator em cena, ele fez dos tipos, costumes, ruas e paisagens paulistanas a matéria essencial de suas ficções e documentários.

A entrada de seus filmes no catálogo da plataforma começa com oito obras, que permanecerão em cartaz ininterruptamente por 60 dias. São elas: Jogo duro, de 1985, drama que marca a sua estreia na ficção; Quebrando a cara, documentário sobre o boxeador Eder Jofre, dirigido por ele um ano mais tarde; O Príncipe, de 2002; mais dois dramas, estes de 2009, Solo e Paredes nuas; Cara ou coroa, de 2012, A Cidade Imaginária e Uma noite em Sampa, o primeiro de 2014 e o segundo de 2016 (leia as sinopses abaixo).

Pré-estreias nacionais

No sábado, dia 7, o público brasileiro pode ver a pré-estreia nacional Dora e Gabriel, das 19h às 23h, e no domingo 8, mesmo horário, a de Paul Singer, uma utopia militante. O primeiro, Giorgetti concluiu no ano passado, tendo no elenco Ary França e Nathalia Gonsales. Neste filme, um imigrante libanês morador em São Paulo há muito anos, é assaltado e preso dentro do porta-malas do seu carro junto a uma mulher que testemunhou o episódio. Neste exíguo espaço, eles são conduzidos pela cidade sem saber para onde. Do diálogo entre os dois e da curiosa situação criada, surge uma divertida reflexão sobre o Brasil contemporâneo.

O documentário sobre Paul Singer é de 2019 e percorre a trajetória e as ideias do economista e um dos maiores intelectuais e socialistas brasileiros, teórico e divulgador do conceito de economia solidária, morto em 2018. Feito a partir de uma longa entrevista com ele, o filme descreve a sua jornada desde a infância em Viena, quando foge com a família do nazismo, até a militância em seus últimos anos de vida.

Mais filmes

A partir de setembro, a Itaú Cultural acrescenta à retrospectiva mais quatro filmes de Giorgetti, em sessões de quinta-feira a domingo, exibidos do meio-dia à meia noite. Começa com Boleiros: era uma vez o futebol, de 2 a 5 daquele mês. Segue, do dia 9 ao 12, com Boleiros 2 - vencedores e vencidos. De 16 a 19 de setembro é a vez de Festa e de 23 a 26, o filme é Sábado. Com exceção das pré-estreias nos dias 7 e 8 de agosto (sábado e domingo), a retrospectiva com os demais filmes permanece em cartaz todos os dias e é encerrada em 5 de outubro.

SINOPSES

A Cidade Imaginária (2014, 52 mins)

Classificação indicativa: livre

Depois de uma longa travessia em condições desumanas, a bordo de um navio que traficou escravos negros, um grupo de imigrantes italianos está prestes a desembarcar no Porto de Santos. Camponeses, anarquistas e aventureiros formam um conjunto heterogêneo, para quem o futuro é apenas imaginação.

Elenco: Helio Cícero, Suzana Alves, Duda Mamberti, Ligia Cortez e Luti Angelelli

Boleiros: era uma vez o futebol (1998, 93 mins)

Classificação indicativa: livre

Num típico bar paulistano, com fotos de jogadores espalhadas por todos os lados, um grupo de boleiros veteranos se reúne todas as tardes para falar de sua principal paixão, o futebol. Lances geniais, antigas glórias e muitos causos são a matéria de um verdadeiro mergulho nostálgico.

Elenco: Adriano Stuart, Flavio Migliaccio, Lima Duarte, Otávio Augusto, Rogério Cardoso

Boleiros 2 - vencedores e vencidos (2006, 86 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria)

O antigo bar onde se encontram os velhos boleiros será reinaugurado. A decoração discreta dá lugar a um colorido estridente e o local atrai uma nova clientela. Os veteranos continuam por lá, agora confinados a um mezanino. Frente a tantas mudanças, seguem reunidos em torno de sua grande paixão e suas inesgotáveis histórias.

Elenco: Flávio Migliaccio, Lima Duarte, Otávio Augusto, Paulo Miklos, Denise Fraga

Cara ou Coroa (2012, 90 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria)

São Paulo, 1971, tempos sombrios de ditadura militar. Um jovem diretor de teatro ensaia uma peça sob os olhos de um militante ortodoxo do Partido Comunista, que não compreende suas opções estéticas. Enquanto isso, um casal de namorados esconde um membro da resistência perseguido pela polícia.

Elenco: Emílio de Mello, Geraldo Rodrigues, Júlia Ianina, Otávio Augusto, Walmor Chagas

Dora e Gabriel (2020, 90 mins)

Classificação indicativa: 14 anos (linguagem imprópria e violência)

Um imigrante libanês vive há anos em São Paulo. Certo dia, é assaltado e preso dentro do porta-malas do seu próprio carro. Uma mulher, testemunha do crime, é igualmente encarcerada com ele. Dividindo este insólito ambiente, eles andam pela cidade sem saber aonde estão indo.

Elenco: Ary França e Nathalia Gonsales

Festa (1985, 87 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria)

Dois malandros jogadores de sinuca e um músico são contratados para entreter os convidados de uma festa de arromba, numa mansão paulistana. Eles devem ficar encerrados numa sala, sem aproveitar o rega-bofe, à espera de que alguém os chame. Dali, vão se deparar com uma divertida galeria de personagens e situações.

Elenco: Adriano Stuart, Antonio Abujamra, Iara Jamra, Jorge Mautner, Otávio Augusto

Jogo duro (1985, 110 mins)

Classificação indicativa: 14 anos (linguagem imprópria e violência)

Um ex-boxeador é contratado para tomar conta de um casarão vazio, no bairro do Pacaembu, em São Paulo. O imóvel está à venda e sua função é receber possíveis compradores. Na primeira noite de trabalho, ele descobre que uma mulher e a filha moram clandestinamente num dos quartos da mansão.

Elenco: Cininha de Paula, Cacá Carvalho, Jesse James, Valéria de Andrade, Luís Guilherme

O príncipe (2002, 102 mins)

Classificação indicativa: 14 anos (drogas lícitas e linguagem imprópria)

Gustavo vive em Paris há mais de vinte anos. Leva uma vida pacata de intelectual sul-americano, entre conferências, palestras e a escrita de artigos acadêmicos. A notícia de que sua mãe e seu sobrinho estão doentes faz com que ele volte para o Brasil. Aqui, Gustavo revisitará o passado e velhos fantasmas.

Elenco: Eduardo Tornaghi, Bruna Lombardi, Ricardo Blat, Ewerton de Castro, Otávio Augusto

Paul Singer, uma utopia militante (2019, 57mins)

Classificação indicativa: livre

A trajetória e as ideias de Paul Singer, economista, um dos maiores intelectuais e socialistas brasileiros. Falecido em 2018, Singer foi um teórico e divulgador do conceito de economia solidária. O filme descreve sua jornada desde a infância em Viena, quando foge com a família do nazismo, até a militância em seus últimos anos de vida.

Paredes Nuas (2009, 58 mins)

Classificação indicativa: 14 anos (drogas lícitas e linguagem imprópria)

Um rico patrono das artes é preso numa ação da Polícia Federal. As acusações são as de sempre: gerência temerária, evasão fiscal e formação de quadrilha. Na sala de sua casa, quatro personagens – o motorista, a governanta, o advogado e a esposa – discutem os desdobramentos da sua prisão.

Elenco: Andrea Tedesco, Angelo Brandini, Domingos Montagner, Juliana Galdino, Luiz Damasceno

Quebrando a cara (1986, 74 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria)

Éder Jofre é uma verdadeira lenda do boxe brasileiro. Foi campeão mundial duas vezes, em diferentes categorias. Sua jornada pessoal e esportiva é recontada neste raríssimo documentário. Da infância num bairro operário de São Paulo à consagração como herói popular, encantando plateias no mundo todo.


Sábado (1994, 85 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria)

Magda é uma sofisticada diretora de arte. Num sábado, ela chega num antigo edifício do centro de São Paulo para trabalhar na produção de um comercial. Outrora requintado, o prédio é hoje ocupado por gente pobre. Tudo vai bem até que Magda fica presa num elevador, junto com um cadáver, um malandro e dois funcionários do IML.

Elenco: André Abujamra, Jô Soares, Maria Padilha, Otávio Augusto, Tom Zé

Solo (2009, 82 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (linguagem imprópria)

Um homem de meia idade, abastado e morador de um bairro nobre de São Paulo, vai calçar seus sapatos e constata que seu pé não é mais o mesmo – mudou para pior. Este gesto é o gatilho para uma reflexão sobre a vida, a passagem do tempo e a dificuldade em compreender os dias atuais.

Elenco: Antonio Abujamra

Uma noite em Sampa (2016, 75 mins)

Classificação indicativa: 12 anos (drogas e linguagem imprópria)

Um grupo de pessoas vindo do interior é obrigado a enfrentar o relento da capital paulista, e também seus próprios medos, depois que o motorista que os trouxe à cidade, para ver uma peça, desaparece. À deriva e assombrados, homens e mulheres passarão a madrugada à espera de que algo imponderável os tire dali.

Elenco: Otávio Augusto, Cris Couto, Andréa Tedesco, Fernanda Viacava, Flávio Tolezani

SERVIÇO

Retrospectiva e pré-estreias nacionais Ugo Giorgetti

Na Itaú Cultural Play: itauculturalplay.com.br

Dia 6 de agosto (sexta-feira) a 5 de outubro (terça-feira), todos os horários

Uma noite em Sampa; Jogo duro; O príncipe; Solo; Cara ou coroa; Paredes nuas; A cidade imaginária; Quebrando a Cara

Dia 7 de agosto (sábado), das 19h às 23h

Pré-estreia Dora e Gabriel,

Dia 8 de agosto (domingo), das 19h às 23h

Pré-estreia Paul Singer, uma utopia militante

De 2 a 5 de setembro (quinta-feira a domingo), das 12h às 00h

Boleiros: era uma vez o futebol

De 9 a 12 de setembro (quinta-feira a domingo), das 12h às 00h

Boleiros 2 - vencedores e vencidos

De 16 a 19 de setembro (quinta-feira a domingo), das 12h às 00h

Festa

De 23 a 26 de setembro (quinta-feira a domingo), das 12h às 00h

Sábado

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba