Exposição de fotos mostra a cultura da capoeira em Curitiba

Por - Barulho Curitiba
(Foto: Lucilla Guimarães/SMCS)

As pessoas que passarem pelo saguão principal da Rua da Cidadania da Matriz, na Praça Rui Barbosa, poderão ver a exposição fotográfica Capoeira Patrimônio da Humanidade, aberta até o dia 29 de novembro. A programação faz parte da Semana da Consciência Negra 2020.

As imagens são do fotógrafo Daniel Rebello e retratam elementos de uma roda de capoeira. A mostra pode ser vista das 9h às 17h.

A exposição fotográfica passou pelas dez Administrações Regionais da cidade. "Trouxemos de volta para a Rua da Cidadania da Matriz por conta da acessibilidade, por ser um local central e com grande circulação de pessoas”, explicou a assessora da Promoção da Igualdade Étnico-Racial da Prefeitura, Marli Teixeira Leite.

A escolha também levou em conta as questões de segurança de combate à pandemia do novo coronavírus. “O espaço é grande, bem arejado e proporciona o distanciamento social. Assim o público pode ver as fotos com tranquilidade, segurança e sem aglomeração”, afirmou Marli.

As fotos de capoeira chamaram a atenção de Nacir de Almeida Garrett, 96 anos, morador do Tarumã. “Esse tipo de exposição é uma coisa que a gente quase não vê. Achei bem instrutiva e com fotos bonitas”, disse Garrett, que todos os dias da semana almoça no Restaurante Popular da Matriz.

A capoeira é reconhecida como patrimônio da humanidade pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). 

Programação 
A Semana da Consciência Negra 2020 foi articulada pela Assessoria de Promoção da Igualdade Étnico-Racial e também terá seminário, feira de afroempreendedorismo e celebração religiosa. 

No coreto digital do Passeio Público o público pode ver as imagens do livro Presença Negra em Curitiba. A exibição é feita das 9h às 17h, de hora em hora.  A ação é em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba (FCC). 

Veja aqui a programação completa da Semana da Consciência Negra 2020.

Dia da Consciência Negra
O dia 20 de novembro marca a morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, que aconteceu em 20 de novembro de 1695 e simboliza a luta dos negros contra a escravidão e todas as formas de discriminação.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba