Estudantes de Curitiba são selecionados para mostra de festival internacional de cinema

- Atualizado às 18:42
Por - Redação Barulho Curitiba com assessoria
Intervenção urbana realizada pelos estudantes no calçadão da Rua XV de Novembro.
Intervenção urbana realizada pelos estudantes no calçadão da Rua XV de Novembro. (Foto: Henry Milleo.)

Neste ano, a 8ª edição do Festival Internacional Pequeno Cineasta, que será realizado no Rio de Janeiro, contará com a participação de estudantes curitibanos. Alunos do Colégio Marista Santa Maria terão o filme ‘‘Vitrine da Violência’’ exibido na mostra não-competitiva ‘‘Transformação’’, que integra o festival.

O documentário foi realizado em 2018, a partir de uma intervenção social realizada no centro de Curitiba (PR). Os alunos se colocaram em caixas de acrílico e encenaram diversos tipos de violência como tortura, trabalho infantil, escravidão, violência contra a mulher, corrupção, dentre outros. A iniciativa surgiu após os estudantes sentirem a necessidade de discorrer sobre o tema de uma maneira diferente. ‘‘O projeto do filme foi uma ideia dos alunos, a partir de uma provocação feita em sala de aula, sobre o fato de que estamos, de fato, menos violentos que em outros períodos de nossa história?”, comenta a responsável por projetos audiovisuais da Rede Marista de Colégios, Larissa Oksana A. Frankiv.

O vídeo surgiu então como uma solução para sensibilizar a escola e também a comunidade. O documentário tem 6 minutos e meio de duração e foi produzido e ambientado na rua XV de Novembro, Boca Maldita, em Curitiba pelos alunos da 1a e 2a série do Ensino Médio. Além da intervenção dentro das caixas, os alunos também conversaram com pedestres sobre o tema, que está diretamente relacionado ao aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos que, em 2018, completou 70 anos. O vídeo pode ser assistido abaixo, na íntegra.

O Festival Internacional Pequeno Cineasta foi criado e é idealizado pela atriz e produtora Daniela Gracindo. Segundo ela, o principal objetivo do projeto é dar voz às crianças e jovens. O Festival é pioneiro e único no Brasil e exibe filmes feitos exclusivamente por cineastas de 8 a 17 anos do mundo inteiro. Além da mostra não-competitiva – que engloba as categorias ‘‘Mostra Transformação’’, ‘‘Sustente Sua História’’ e ‘‘Mostra Integração’’ – há também a mostra competitiva – com as categorias ‘‘Mostra Nacional Criança’’, ‘‘Mostra Nacional Jovem’’, ‘‘Mostra Internacional Criança’’ e a ‘‘Mostra Internacional Jovem’’. Para participar das mostras, as crianças e jovens de 8 a 17 anos que tenham produzido ou dirigido um filme podem se inscrever ou obter mais informações pelo site www.pequenocineasta.com.br.

O evento acontece em outubro, no Rio de Janeiro, mas ainda não tem local e data definidos. Durante as últimas sete edições, 43 países participaram do projeto com 1.184 filmes inscritos. Um público de mais de 46 mil espectadores já prestigiou o Festival.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba