Direção proíbe debate com Guilherme Boulos no IFPR em Curitiba

- Atualizado às 21:06
Por - Narley Resende
(Foto: Reprodução / Facebook Guilherme Boulos)

Uma notificação enviada nesta quinta-feira (8) para estudantes e professores do Instituto Federal do Paraná (IFPR) comunicou a proibição de um debate marcado para esta sexta-feira (9) no Campus Curitiba que teria a participação do ex-candidato à presidência da República Guilherme Boulos (PSOL). A direção-geral do campus justifica no documento que o cancelamento do evento visa “a integridade do processo eleitoral” entre candidatos à reitoria que está em curso na instituição. Com isso, o evento, marcado para às 10 horas, no auditório do campus Curitiba, precisou ser cancelado no local “devido ao contexto eleitoral institucional”.

Ao Jornal Bem Paraná, Boulos lamentou a decisão. “Eu não conheço as disputas específicas dos Instituto Federal do Paraná. Agora, isso é preocupante. Tem sido cada vez mais frequente o cancelamento de atividades de debate, sobretudo ligadas à esquerda nas universidades a partir de uma pressão. Não só nas universidades públicas, com tentativa de judicialização, já tinha acontecido neste ano quando fui à Universidade Federal de Santa Catarina, como também em universidades privadas, como Mackenzie, em São Paulo”, afirma.

Boulos afirma que o evento estã mantido, mesmo que não possa ocorrer no auditório. “A universidade e o instituto federal são espaços de conhecimento, espaços de debates, de troca que tem que permitir diversidade. Da mesma forma que podem ir pessoas com pensamentos de direita fazer suas intervenções lá, podem ir pessoas com pensamentos de esquerda. Inaceitável qualquer tipo de proibição e por isso nós vamos manter a atividade. Se o IFPR de fato fechar a dependência do campus, vamos fazer o debate na frente, na rua, na praça”, adianta.

O grupo organizador afirma que não há ligação com o processo eleitoral interno do IFPR e que o debate trará a discussão sobre o projeto Future-se, do governo federal. “Não tinha relação com a eleição do IFPR, mas um dos candidatos ajuizou a ação para cancelar”, afirma Nicolas Pacheco, integrante da juventude do PSOL e do coletivo Afronte. Segundo ele, o evento, que é organizado por uma professora dos instituto, agora ocorrerá na mesma data e horário, só que na rua, em frente ao campus Curitiba do IFPR, na Rua João Negrão, no bairro Rebouças.

“Tínhamos programado um debate com o Guilherme Boulos sobre o Future-se no IFPR amanhã de manhã e recebemos agora notificação que a atividade foi proibida pela justiça. Isso por conta de uma ação impetrada por um candidato à reitoria do IFPR que alega que a atividade poderia ser campanha eleitoral do atual diretor. Agora faremos a atividade em frente ao IF, no mesmo horário.”, afirma Pacheco.

No evento de convite ao debate no Facebook, e descrição diz que o encontro com Boulos seria para “falar sobre a defesa da Educação e da Democracia e ajudar a organizar a luta contra os desmandos de Bolsonaro”.

O informe que cancelou o evento é assinado pelo diretor-geral do campus Willian da Silva. A reportagem tentou contato com a direção, mas ninguém atendeu às ligações.

Nota de esclarecimento

O Instituto Federal publicou nota de esclarecimento no site da instituição: "No dia 09 de agosto estava prevista a realização do evento “Educação e Democracia”, organizado pelo movimento estudantil, nas dependências do Instituto Federal do Paraná em Curitiba. Entretanto, considerando que o Instituto Federal do Paraná está em processo de consulta eleitoral para os cargos de reitor e diretor-geral de campus, e o regulamento vigente veda, sob qualquer pretexto, a vinculação com partidos políticos, considerou-se, por medida preventiva, a não realização do evento no auditório do Campus. O processo de consulta eleitoral anterior, realizado em âmbito institucional, deflagrado em 2014, foi objeto de ação judicial que transcorreu na primeira e segunda instância nos últimos cinco anos, o que justifica a adoção desta medida preventiva. O evento, que contribui para o necessário debate público sobre educação, poderá ser realizado em nova data ou local".

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba