No Dia da Cachaça, bar de Curitiba distribui doses de graça

- Atualizado às 21:51
Por - Barulho Curitiba
(Foto: Divulgação)

A cachaça é um dos maiores símbolos do Brasil. Com mais de 500 anos de história, vem acumulando ao longo de gerações e gerações apreciadores em mundo todo. É uma bebida que tem um lugar especial na memória de seus admiradores, que acabaram por a batizar de diversos nomes, como caninha, branquinha, parati, aguardente, pinga e “marvada”. No dia 13 de setembro é comemorado o Dia Nacional da Cachaça. A cachaça é genuinamente brasileira e definida como produto cultural nacional. Aproximadamente 1,2 bilhão de litros foram produzidos somente ano passado. O dia 13 de setembro foi escolhido por ser a data oficial da liberação da fabricação da bebida no Brasil, em 1661, após a famosa Revolta da Cachaça, quando o povo se rebelou contra as imposições da Coroa Portuguesa que impediam a produção. Os bares de Curitiba pegaram carona na data e fazem promoções especiais.

A Cervejaria & Cachaçaria Curitiba vai distribuir de graça 100 doses envelhecidas em barril de Amburana entre as 18h e às 22h. Além das doses gratuitas, o bar também traz promoção de chope pilsen de 500 ml, mais uma dose de cachaça de 50 ml com amendoim por apenas R$ 19.

 “Vamos comemorar esse dia histórico em grande estilo com as 100 doses gratuitas para quem vier até o bar. A promoção do combo de chope, cachaça e amendoim também estará ativa e esperamos ampla adesão do público”, contam Rafael Boso e Murilo Seguro, sócios da Cervejaria & Cachaçaria Curitiba. A Cervejaria & Cachaçaria Curitiba fica na Avenida Manoel Ribas, 5.824, loja 11. Mais informações pelo telefone (41) 3076-3123 ou pelas redes sociais facebook.com/cervejariaecachacariacuritiba ou @cachacariacuritiba no Instagram.

Já  O We Are Bastards Pub, localizado no bairro Batel, preparou quatro drinks especiais e limitados para homenagear a famosa bebida feita à base de cana-de-açúcar. Entre as novidades, estão Rabo de Galo (R$19), composto por cachaça Yaguara infusionada emf olhas de cataia, vermouth rosso, angostura e cynar; o Inhê (R$22), com cachaça Yaguara infusionada no pequi, limão, mix de abacaxi, pitaya vermelha e caldo de cana gaseificado; Trago (R$22), que consiste em cachaça Yaguara branca, limão – taiti, xarope de erva-mate, albumina, xarope de capim limão e erva-doce; e o Capinzal (R$22), com cachaça Salinas branca, limão-taiti, laranja baía, xarope de capim limão, maracujá e espuma de graviola. As opções estarão disponíveis até o final do mês de setembro. O bar fica na Av. Iguaçu, 2300 .

Para celebrar essa data, os especialistas Leandro Dias e João Almeida, da Escola da Cachaça, selecionaram os principais mitos e verdades sobre a bebida. Confira:

Verdade – É possível preparar a própria cachaça em casa?
Sim. O hobby da destilação em casa ou, em inglês, home distilling vem ganhando cada vez mais adeptos. No meio cervejeiro a prática já é bastante difundida, no entanto, a Escola da Cachaça está expandindo esse horizonte ao ensinar como fazer o próprio destilado em casa, sendo cachaça, whisky, vodca, gim, aguardente de melado, aguardente de frutas e rum. O curso com duração de um mês ensina os conceitos de destilação e o passo a passo de todos os processos. Em 15 dias o aprendiz já consegue fazer o seu primeiro destilado em casa. A cachaça, por exemplo, fica pronta em apenas 24 horas. Para mais informações, acesse: https://escoladacachaca.com.br/mestredosdestilados-inscreva-se.

Verdade – Pequenos goles fazem a diferença na hora de apreciar
Verdade! A cachaça deve ser bebida em pequenos goles e não de uma vez só, como um shot. Como a bebida pode ter sido envelhecida em mais de 30 tipos de madeira, beber a cachaça lentamente permite que o degustador perceba sua complexidade sensorial.

Mito – Cachaça é boa e pinga é ruim
Mito! “Pinga” é apenas mais uma entre as milhares denominações que a bebida tem. Existe o costume de chamar o que é bom de cachaça e o que é ruim de pinga, mas isso não é verdade. A origem desse nome vem do momento de destilação da bebida, quando o vapor se transforma em líquido e começa a pingar no alambique.

Mito – Cachaça importada é melhor
Mito! A verdadeira cachaça é produzida no somente no Brasil. Existe até um acordo internacional que protege a cachaça. O destilado de cana-de-açúcar produzido em outros países é chamado de aguardente.

Verdade – A cachaça deve ser tomada em taça
Verdade! Um dos principais aspectos da bebida é o visual e, só com um copo de vidro, é possível observar sua limpidez, transparência e cristalinidade. O ideal é que a bebida seja tomada em uma taça padrão ISO, vendida em lojas especializadas do ramo.

Mito - Cachaça boa é cara
Mito! Existem muitas opções no mercado com preços em conta e de boa qualidade. Mas é óbvio que uma cachaça bem produzida, que agrega a história de um alambique e invista em marketing tende a ter um preço mais elevado.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba