Crítico Lélio Sotto Maior Júnior tem legado homenageado no terceiro ciclo do Cineclube Aurora

- Atualizado às 19:13
Por - Redação Barulho Curitiba com assessoria
(Foto: Marcelo Andrade.)

Começa nesta quinta-feira (31/10), no Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR), o terceiro ciclo do Aurora – Cineclube de Cinema Paranaense, que até 12 de dezembro próximo será dedicado ao legado de Lélio Sotto Maior Júnior, nome fundamental da crítica cinematográfica no Paraná. Nesta primeira sessão serão exibidos o clássico "Sinfonia de Paris" (1951, 1h55), musical de Vincente Minnelli vencedor do Oscar, um dos favoritos de Lélio, e o curta-metragem "Lélio: Um americano em Curitiba", documentário de Matheus Kerniski (2015, 12min) dedicado ao jornalista.


Com foco em cinema paranaense, o Cineclube Aurora tem a missão de promover, difundir e incentivar, sempre em sessões quinzenais, o debate em torno da produção audiovisual do Estado, fomentando um espaço de pensamento de cinema a partir de realizadores e profissionais paranaenses, desde os pioneiros até os contemporâneos. A curadoria fica por conta dos cineastas Tomás von der Osten, William Biagioli e da diretora do MIS-PR, Cristiane Senn.


Textos críticos

Especialmente para esse ciclo, serão disponibilizados online textos críticos de Lélio e de outros pensadores de cinema, para os participantes que quiserem ler os materiais antes da sessão. Confira no site www.mis.pr.gov.br.


Por ocasião da exibição de "Sinfonia de Paris", serão discutidos os textos "O 'elan' estrutural de Minnelli" e "Minnelli – A infância d'arte", de Lélio, que teria conhecido a sétima arte em 1961, quando adolescente, no cineclube da Biblioteca Pública do Paraná, em Curitiba, onde assistiu ao filme "Noites brancas" (1957), de Luchino Visconti.


A primeira crítica de Lélio foi publicada em 1963 no jornal O Estado do Paraná. Semanalmente, durante seis anos, escrevia textos sobre cinema para o periódico. Também colaborou com o Diário do Paraná, Revista da Cinemateca, Correio de Notícias, Folha de Londrina, Jornal do Estado e para a revista norte-americana Florida Review Magazine.


O jornalista reuniu seus textos, por conta própria, em inúmeras publicações (folhetos e livretos, muitos deles autopublicados) desde 1963 – o mais recente, "Mini críticas de bolso", lançado em 2015. Há até bem pouco tempo, ele ia com frequência à Biblioteca Pública do Paraná saber como andava a procura e a leitura por seus excertos, a maior parte integrante do acervo da instituição.


Serviço - Aurora – Cineclube de Cinema Paranaense


Ciclo #3: Lélio Sotto Maior Junior
De 31 de outubro a 12 de dezembro de 2019
Todas as quintas, às 19h (a cada 15 dias)
Entrada gratuita
Museu da Imagem e do Som do Paraná
Rua Barão do Rio Branco, 395. Centro. Curitiba/PR
(41) 3232-9113 | www.mis.pr.gov.br


Programação
31/10
1ª sessão – Sinfonia de Paris
"Sinfonia de Paris", de Vincente Minnelli (1951, 1h55)
"Lélio: Um americano em Curitiba", de Matheus Kerniski (2015, 12')
Classificação indicativa: livre
Duração total: 2h07

14/11
2ª sessão – A cinefilia
"Contrastes humanos" (Sullivan's Travels), de Preston Sturges (1941, 1h30)
Classificação indicativa: livre

28/11
3ª sessão – A crítica de cinema
"Serge Daney: Itinerário de um cine-filho" – Partes 1 e 2, de Pierre-André Boutang e Dominique Rabourdin (1992, 1h08)
"Documentário", de Rogério Sganzerla (1966, 10')
Classificação indicativa: 14 anos
Duração total: 1h18
*Após a sessão haverá um bate-papo com o jornalista e crítico de cinema Paulo Camargo

12/12
4ª sessão – A mise-en-scène
"Anatomia de um crime", de Otto Preminger (1959, 2h41)
Classificação indicativa: 12 anos

Entrada gratuita

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba