Conheça a Lady Gaga gótica curitibana que tem mais de 40 mil inscritos no Youtube

- Atualizado às 18:36
Por - Maite Ritz
Gaga Gothic é conhecida pela cidade e mistura as influências de Gaga e da subcultura Gótica.
Gaga Gothic é conhecida pela cidade e mistura as influências de Gaga e da subcultura Gótica.

Se você estiver andando pelas ruas de Curitiba e por acaso trombar com a Lady Gaga, não é alucinação! Ela existe. A curitibana Luana Elyas, cuja as feições lembram muito a cantora Lady Gaga, é conhecida como "Gaga Gothic" e possui um canal no Youtube com mais de 40 mil inscritos. Além disso, ela veste a pele e atua performando com sua própria personagem cover gótica inspirada em Lady Gaga pelas noites de Curitiba. Na reportagem de hoje, ela nos conta sobre como a música e a influência da cantora, atriz, militante e empresária Gaga transformaram sua vida e abriram o caminho para toda sua história e sua arte.

A INFLUÊNCIA E INSPIRAÇÃO


“Eu sempre fui uma pessoa muito ligada na arte e na música e a Gaga apareceu em uma fase extremamente conturbada e turbulenta da minha vida, eu a descobri por acaso em um site de música e inicialmente gostei das músicas dos visuais, mas não imaginava o quanto aquilo mudaria minha vida. Eu tinha em torno de 9/10 anos, sofria bullying na escola, fui rejeitada e motivo de piada até entre professores de onde eu estudava. Mas sempre tive a música como um refúgio para tudo isso, e entre esses tempos, a Lady Gaga foi ficando cada vez mais reconhecida e eu, cada vez mais fascinada. Os discursos, os visuais, o significado de tudo por trás do trabalho dela me encantava.” Conta a Gothic, relembrando o papel de ídolo que Gaga prestou em sua vida.


Indo mais longe, ela comentou sobre o momento exato em que sua vida mudou por causa da cantora. “Mas lembro de um dia em que a Gaga fez um show na sua turnê “The Monster Ball Tour” e eu li todo o discurso em que ela falava sobre a trajetória dela e sobre como ela queria que os fãs soubessem que não estamos sozinhos. Aquilo mudou minha vida. Depois, com seus novos álbuns, novos ensinamentos, fui me apegando cada vez mais e isso só cresce até hoje. Conforme fui crescendo, começaram a dizer que eu me pareço fisicamente com ela, então para mim é uma honra trabalhar como cover e representar ela para os fãs que querem sentir um pouco do que é Lady Gaga de perto.”, complementa.

A mistura de Gaga com a cultura gótica é a marca de Luana enquanto artista. Ela nos conta um pouco dessa subcultura e como ela a ama. “Tudo começou na música. Desde sempre fui apaixonada pela música "dark" dos anos 80 e pelo underground, porém só fui a fundo de estudar e procurar sobre a subcultura em si. Uma amiga minha falava sobre o gótico e como e identifiquei, resolvi pesquisar e conhecer. E foi ali que me encontrei, me identifiquei e achei algo que eu fazia parte. Alguns anos depois conheci a cena gótica daqui de Curitiba, fiz amizade e viramos um grupo muito unido que divide os mesmos gostos e estilo.”, diz com entusiasmo.

OS ENSAIOS


Se tornar um cover da Lady Gaga e criar uma própria identidade gótica em meio as performances é algo trabalhoso. Perguntamos a Gothic como é o processo de se tornar Lady Gaga e onde ela trabalha carregando esse nome.

“Eu ensaio em casa quase todos os dias. Ensaios com dançarinos, rolam apenas quando tenho performances marcadas, assim podemos passar e repassar as coreografias necessárias. Me apresento normalmente em clubes noturnos GLS, mas pode variar. Já fui contratada para shows em aniversários, casamentos e eventos fechados também. Eu faço isso por amor, na verdade. Todos sabemos como é difícil ser artista no país em que vivemos, e o quanto isso não é valorizado, mas realmente gosto de fazer o que faço. É extremamente satisfatório receber e realmente trabalhar com isso.” Conta Gothic.
Em relação aos figurinos e toda a produção, ela destaca a dificuldade. “O processo de produção é complicado e até cansativo. Infelizmente não tenho dinheiro o suficiente para contratar costureiras, estilistas, coreógrafos, nada. Tudo sou eu que faço a mão, com a ajuda da minha mãe que me auxilia na parte de costura. Já aconteceu de ter que virar uma noite inteira personalizando e costurando roupas, perucas e ensaiando as coreografias. É bem cansativo e caro, mas vale a pena!”

A SEMELHANÇA

O nome artístico surgiu da fusão da subcultura de que Luana faz parte quando não está sendo Gaga. O mundo gótico tem seu coração e dessa forma ela consegue o balanço entre representar a Mother Monster e trazer essa subcultura gótica em vigor. Assim surgiu a Gaga Gothic.

“Eu sempre fui uma pessoa extrovertida quando se trata de estilo, nunca gostei de me vestir "normal". E não tem ninguém que represente algo fora do padrão "normal" tão bem quanto a Gaga. Depois que decidi seguir carreira como cover, pude ousar ainda mais nisso. Fora dos palcos e desse trabalho, sou parte da subcultura gótica, então tenho uma identidade visual bem chamativa e até assustadora para os que não estão acostumados. Nos meus looks eu sempre tento mixar o visual trad goth (gótico dos anos 80) e meu estilo ousado e exagerado de Gaga. Afinal tenho esses dois lados de mim, por isso me chamam de Gaga Gothic.”, ressalta.

CANAL NO YOUTUBE

Com mais de 40 mil inscritos, o Canal GagaTV é algo a mais. Com vídeos diferenciados que chamam atenção, Gaga conquistou o púbico da internet com produções de conteúdos únicas e divertidas como por exemplo, um vídeo sobre rolê gótico no cemitério.

“É muito divertido! Eu tinha essa vontade de criar conteúdo desde muito nova, quando o youtube estava começando, mas jamais imaginei que iria conseguir crescer nisso. Foi tudo muito rápido e inesperado. Lembro que saí para passear com amigos e quando cheguei em casa tinha conseguido 5 mil inscritos em um único dia, fiquei em choque. Adoro fazer isso. Meu canal é uma forma de me expressar e fugir da minha realidade. É um trabalho muito divertido de fazer, mas também complicado de manter sempre atualizado, com vídeos toda semana.” Ela conta com alegria.

O Link do canal: https://www.youtube.com/channel/UCJD6g3xY5MJ1rF166clbatg 

O RECONHECIMENTO

Gaga Gothic nos contou sobre fãs, reconhecimento e carinho que recebe não só na Internet, como nas ruas de Curitiba.
“A primeira vez que me reconheceram eu estava almoçando, nunca vou esquecer. Um menino me olhou e deu um suspiro com uma cara de assustado e eu estranhei, até que ele veio falar comigo dizendo ser meu fã, eu quase chorei nesse momento. Depois disso aconteceram mais várias vezes, sempre acho emocionante e fico sem palavras. Procuro abraçar e conversar com todos que me reconhecem, é muito emocionante e motivador. Isso me faz querer continuar cada vez mais.” Contou com emoção.

Para finalizar, pedimos que se ela pudesse dar um conselho para pessoas que tem medo de ser quem são, e reprimem isso ao máximo, o que diria? A resposta veio com menção ao discurso de Lady Gaga ao vencer o Oscar 2019.

“Não há nada mais libertador do que ser você mesmo, acredite. Infelizmente vivemos em um mundo onde as pessoas não sabem lidar com o diferente, mas não tenha medo, enfrente isso e também tome cuidado de si mesmo. No final do dia, mesmo se o mundo virar as costas para ti, a pessoa que não deixa de estar ao seu lado é você mesmo. Se você não estiver em paz consigo, vai ser difícil estar em paz com todo o resto. Por isso é importante abraçar a si mesmo e se libertar. "Não é sobre vencer, é sobre não desistir".”

O Instagram da Gaga Gothic é https://www.instagram.com/gagagothic/?hl=pt-br 

Existem muitas pessoas em Curitiba como a Gaga Gothic, que transformam inspiração em arte e trazem o diferente à tona. Nós, do Barulho Curitiba, gostamos de contar essas histórias e queremos cada vez mais dar destaque a essas personalidades incríveis. Continuem sendo estranhos, o mundo precisa de vocês.
E se caso você conheça alguém que merece um destaque por aqui, manda pra gente!

EMAIL: barulhocuritiba@gmail.com

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba