Com corte de verbas, UFPR vai ficar inviável no segundo semestre, diz reitor

- Atualizado às 07:37
Por - Redação Bem Paraná
Faixa na UFPR: em defesa da educação
Faixa na UFPR: em defesa da educação (Foto: Franklin de Freitas)

O reitor da UFPR, professor Ricardo Marcelo Fonseca, participou da sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) na última segunda-feira (20). Repassar informações aos parlamentares sobre o corte de verbas anunciado pelo governo no final de abril foi o objetivo da visita.

“Não só a UFPR, mas todas as universidades e institutos federais tiveram um corte no seu orçamento de 30%. O que implica, no caso da UFPR, em quase menos 50 milhões de reais. Esse corte virtualmente inviabiliza o funcionamento da nossa instituição já no início do segundo semestre”, alertou o reitor.

A comunidade da UFPR está em campanha para tentar reverter esse quadro, com manifestações e busca de apoio político.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba