Bicicletaria Cultural comemora oito anos com competição de bike polo urbano. Veja como funciona

- Atualizado às 19:27
Por - Redação Barulho Curitiba
(Foto: Divulgação)

Já ouviu falar em Bike Polo?  Pois bem, nesta sábado (24), em comemoração aos seus oito anos, a Bicicletaria Cultural promoverá o 1° Xizola, uma competição de Bike Polo urbano em espaço reduzido (2m x 2m) com partidas de 1 contra 1.

As rodadas acontecerão com 3 inscritos em 3 jogos de aproximadamente  6 minutos cada. Os resultados somam pontos no placar geral. As inscrições para participar da rodada é apenas R$ 5 por jogador. 
Para acompanhar, das 14h as 22h, haverá prints em camisetas, música, chope e lanches da cozinha vegetariana e vegana da Bicicletaria Cultural 

No mesmo dia e endereço, as 16 horas, a Cicloiguaçu – Associação dos Ciclistas do Alto Iguaçu fará o lançamento do relatório produzido sobre a Av Afonso Camargo, local onde foi vitimado, Lucas Shurda. A ideia é que o documento sirva de base para reivindicações para o poder público. 

MAIS SOBRE BIKE POLO


βike pólo é um esporte criado no município de County Wicklow, na Irlanda, em 1891, pelo ciclista aposentado Richard J. Mecredy. Ele é semelhante ao polo convencional, com a diferença de que, ao invés de cavalos, são usadas bicicletas. No início do século XX o esporte cresceu tanto que chegou a ser exibido como demonstração nas Olimpíadas de 1908 em Londres.

O jogo é uma variação “livre” do polo equestre. No lugar dos cavalos e dos campos com grama, os jogadores “montam” bicicletas e disputam as partidas em quadras duras de cimento. Ainda não surgiram lojas especializadas na modalidade. Há um faça você mesmo na hora de criar os equipamentos. Os tacos são criados com o material que há disponível, geralmente um cano de alumínio ou um cabo de esqui parafusado a um cilindro de material resistente, mas já opções, como um taco profissional hj tá custando de 250 a 350 pila. Mas claro, sempre da pra fazer com materiais mais baratos. Os cavalos, são bicicletas single speed mais leves, sem marchas, mais baratas, simples e mais “ariscas”, no início, muitos certamente encontrarão certa dificuldade em manejá-la. Elas se caracterizam por usarem uma calota na roda dianteira para evitar que o taco entre.Novas equipes despontam ao redor do mundo. Há representantes de bike pólo em países como os Estados Unidos, França, Índia, Alemanha, Paquistão, Malásia, Sri Lanka, Indonésia, Hungria, Austrália, Inglaterra, Argentina, Itália, Canadá, Suécia e Brasil.

O time curitibano de Bike Polo Os Peixes Delirantes faz parte da liga de bike polo de Curitiba e ajudou na organização do 7° Campeonato Brasileiro de Bike Polo como um grandioso encontro da comunidade em julho deste ano. Houve colaboração da prefeitura de Campo Magro e a abertura para o desenvolvimento deste esporte na cidade. Em Curitiba há encontros semanais no Largo Isaac Lazzarotto, início da Av Sete de Setembro.

Bike Polo é um esporte ligado à cultura underground das bicicleta fixas que vem crescendo e se profissionalizando, a galera está na busca de organizar uma federação desta categoria. Os times são formados por 3 ou 6 integrantes dependendo do formato, mas são sempre 3 em quadra, num jogo 3×3. as partidas tem de 12 minutos de duração e o tempo pára sempre que o jogo é interrompido por algum motivo. no outro formato, com jogadores reservas (mas ainda 3×3) as partidas levam 30 ou 45 minutos com pausas durante o jogo.

Serviço

Comemoração dos oito anos da Bicicletaria Cultural

Quando: Sábado (24), às 14 horas

Onde: Rua  Presidente Faria, 226, Centro

Informações: 41 31530022 (Curitiba)

Quanto: Gratuito 

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba