Artista de Curitiba revela 'A Cor da Dor' em exposição em Minas Gerais

- Atualizado às 15:13
Por - Da Redação Bem Paraná com assessoria
(Foto: Daniela Marton)

Daniela Marton, artista visual de Curitiba, realiza uma exposição individual na Pinacoteca de Viçosa intitulada A Cor da Dor. Será online e gratuito. A abertura será no dia 26 de novembro de 2021, nesta sexta-feira.

A Exposição apresenta uma série de pinturas acerca do cotidiano da artista que convive com uma doença crônica, contexto no qual a realidade se dissolve diante da incerteza da vida.

Todo esse processo de dores interferiu profundamente nas obras da artista que resolveu tirar partido disso para incorporá-las ao seu processo artístico, que aconteceu em duas etapas: uma com dores muito intensas e outra sem as dores. A artista pode notar que ambas as etapas causam um impacto significativo no resultado final do seu trabalho artístico.

As cores passam a apresentar certos significados e ganham uma importância expressiva.

O processo artístico resultante é o de imagens disformes, no qual as cores explodem no espaço pictórico, e a sobreposição de manchas indefinidas de cores e texturas diversas, que tem o intuito de criar uma justaposição entre figurativo e abstrato. Dessa forma, as imagens passam a ser cores que escorrem e explodem no espaço pictórico direcionando o olhar do observador para fora das limitações físicas do quadro como se a pintura tomasse uma dimensão espacial. Tudo escorre e se desfaz em uma espécie de equilíbrio instável.

A cor parece que sai da tela e ganha o espaço. Com isso a pintura acaba criando uma espécie de área de experiência humana, um campo existencial, onde é capaz de produzir no espectador uma espécie de percepção mais ativa da pintura. Gerando uma sensação física criando assim uma sensação tátil-visual, que é reforçada pelas texturas, materialidade e manchas. Essa ativação do tátil-visual tem por objetivo situar o observador no aqui e agora, colocar a pintura no mesmo espaço que o do espectador.

Os títulos das obras são voltados para o surrealismo, aludindo a um processo similar ao da alternância entre a dor que desconstrói e limita a serenidade do bem estar.

Link de acesso para a exposição estará disponível partir do dia 26 de novembro de 2021:

https://pinacoteca.ufv.br/exposicoesemcartaz/

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba