Após áudio homofóbico de alunos, colégio particular de Curitiba diz repudiar intolerância

- Atualizado às 18:16
Por - Redação Barulho Curitiba com informações do Livre,jor
(Foto: Reprodução/Livre.jor)

Após um áudio de whatsapp com mensagens de intolerância feito por alunos do terceirão do Ensino Médio, o tradicional Colégio Bom Jesus de Curitiba publicou na internet um comunicado oficial no qual ela diz repudiar “todo e qualquer tipo de intolerância”. Segundo reportagem do Livre,jor, no áudio, enviado num grupo fechado de aproximadamente 40 estudantes, um coro de jovens canta;  “Ô [inaudível], toma cuidado. O Bolsonaro vai matar viado”. O conteúdo vazou porque um aluno indignado redirecionou a mensagem para um grupo maior de 250 pessoas. O áudio foi feito em um churrasco no dia do primeiro turno das eleições, 7 de outubro.

Em nota oficial, o colégio Bom Jesus diz que “o Grupo Educacional Bom Jesus tomou conhecimento que um grupo de alunos, fora das dependências da Instituição, postou nas redes sociais um vídeo com manifestações preconceituosas de cunho político e de gênero. O Grupo Educacional reafirma que repudia todo e qualquer tipo de intolerância, independentemente da sua origem, sendo tal comportamento contrário à filosofia franciscana de paz e bem que há mais de 120 anos norteia a atuação do Bom Jesus na Educação”, diz a nota. Segundo a assessoria, o colégio tomou as medidas cabíveis e conversou com as famílias dos jovens envolvidos.

 

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba