5 livros para refletir sobre a questão racial no Brasil

Por - Barulho Curitiba
(Foto: Reprodução)

 Além de ser um reconhecimento e homenagem à luta de Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes negros do Brasil, e seus companheiros no quilombo, o Dia da Consciência Negra, em 20 de Novembro, é uma data importante para refletir sobre as violências e desigualdades sociais que a população negra sofre até os dias de hoje. O dia é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e a importância de falar sobre questões que ainda precisam ser resolvidas, como: racismo, discriminação e desigualdade social. E como forma de ajudar a trazer mais conhecimento ao tema, especialistas do Clube de Autores, maior plataforma de autopublicação da América Latina, selecionaram alguns livros. Confira:

1 - O Debate Nacional do Preconceito e da Discriminação, Conrado Luciano Baptista
Fundado em razões históricas, sociológicas e culturais, o preconceito é um fato na sociedade. Nesta obra, o autor apresenta uma ampla pesquisa sobre formas de materialização do preconceito e da discriminação, analisando dados estastíticos. E estuda a eficácia social dos objetivos fundamentais do Estado, elencados no artigo 3° da CRFB/1988, verificando se, de fato, é ou não eficaz socialmente, produzindo resultados e efeitos desejáveis.

2 - Branquitude, Música Rap e Educação. Compreenda de uma vez o racismo no Brasil a partir da visão de rappers brancos, Jorge Hilton
O autor, ativista e pesquisador negro, se aventura nesse território musical, expondo e analisando a tensão racial existente. A obra busca trazer reflexões sob diversos pontos de vistas. O que eles e elas pensam sobre relações raciais e racismo? A autodeclaração racial que fazem, condiz com seus olhares de como a sociedade os percebe racialmente? Quais suas visões sobre privilégio branco? Conclui discutindo o papel da educação racial na mudança de pensamentos e atitudes, educação pela abolição do racismo, como processo fomentador da alteridade, sociabilidade e respeito às diferenças.

3 - Relações Étnico-raciais Educação e Sociedade, John Land Carth
John Carth acompanhou de perto as transformações sociais e educacionais, vendo e vivendo próximo aos dilemas sociais. Nesta obra ele reúne textos que abordam a problemática da educação e da forma da sociedade brasileira em seus conflitos de ética e racismo, trazendo reflexões para entender melhor sobre as necessidades da sociedade neste momento.

4 - Relações Étnico-Raciais e Diversidade Cultural, Organização: Bruno G Fellippe
Trata-se de uma coletânea de artigos escritos por: Dulce Maria Pereira, Elaine dos Santos, Luciene Ribeiro da Silva e Regina Maria da Silva. As quatro professoras e pesquisadoras apresentam um pouco de seus estudos e pesquisas com referência às relaçõe étnico-raciais.

5 - No Limiar das Raças: Sílvio Romero (1870-1914), Cícero João da Costa Filho
Se o homem surgiu num único centro, qual a razão para as diferenças? O que explica e como se explica que seres da mesma espécie ao longo da história se diferenciam de tal modo que se torna impossível encontrar o ponto de partida deste surgimento? São respostas para estas e outras tantas perguntas sobre racismo que esta obra traz. Uma importante discussão em torno deste assunto.
Sobre o Clube de Autores
O Clube de Autores é a maior plataforma de autopublicação da América Latina. Hoje, a plataforma on demand, representa cerca de 27% de todos os livros publicados no Brasil. Além disso, oferece uma gama de serviços profissionais para os autores independentes que pretendem crescer e se desenvolver no mercado de literatura. A empresa, comandada por Ricardo Almeida, fechou o primeiro semestre de 2020 com uma rentabilidade 35% maior que no mesmo período do ano anterior. Além disso, registrou aumento de 40% em suas vendas.

Comentários

© 2018 Barulho Curitiba