Estudantes paranaenses desenvolvem aplicativo para incentivar leitura

- Atualizado em 11/01/2019 às 18:49
Por - Redação Barulho Curitiba, com assessoria
(Foto: Divulgação/Agência de Notícias do Paraná)

Um aplicativo que possibilite ter na palma da mão, gratuitamente, centenas de livros didáticos e de literatura de domínio público. Esse foi o projeto desenvolvido por estudantes do Colégio Estadual Primo Manfrinato, em Cianorte (no Noroeste do Paraná) como trabalho final das aulas de Educação Empreendedora oferecidas pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte em parceria com o Sebrae Paraná.

As atividades complementares de educação empreendedora, que contribuem para incentivar o protagonismo juvenil por meio de novas metodologias de ensino e aprendizado, serão oferecidas pelo quarto ano consecutivo para 64 escolas estaduais, duas de cada Núcleo Regional de Educação (NRE).

As aulas de educação empreendedora acontecem duas vezes por semana no turno complementar, período em que os estudantes não estão em sala de aula. No final do ano letivo eles apresentam os trabalhos desenvolvidos para a comunidade escolar. Um desses projetos foi o aplicativo OnBook, que possibilita o acesso dos alunos, professores e funcionários a livros didáticos de domínio público.

A iniciativa dos estudantes contribuiu para ampliar o acesso a novos acervos literários, incentivar o hábito da leitura e promover a interação da escola com a comunidade que também pode usar o aplicativo. "Essa metodologia contribui para o desenvolvimento do aluno porque desperta neles a vontade de criar algo novo e de empreender e esses conhecimentos eles vão levar para a vida fora da escola", disse o professor Emerson Tolentino de Matos, que é responsável pela atividade.

Durante as aulas, os estudantes são desafiados a desenvolver ações que causem impacto na comunidade. "Eles fazem o diagnóstico de uma necessidade na escola ou comunidade e desenvolvem ações para resolver o problema apontado. Essa atividade contribui para despertar no aluno a vontade de desenvolver coisas novas que possam transformar a sociedade", disse Emerson.

NA PALMA DA MÃO - No aplicativo são disponibilizados os links para os arquivos no formato em PDF de obras de domínio público (obedecendo a lei dos direitos autorais). Além do acervo literário, a ferramenta também oferta uma área para apresentação do projeto, agenda, notícias da escola, "fale conosco" e os créditos. O app pode ser acessado no endereço: app.vc/onbook.

O objetivo da ferramenta é incentivar a leitura e ampliar o acervo disponível para a comunidade escolar. "Tenho uma grande paixão pela leitura e gosto sempre de incentivar a prática. É gratificante poder incentivar o hábito da leitura em outros por meio de uma ferramenta que ajudei a desenvolver", afirmou a estudante Kauane Moraes Bernardo, de 16 anos, do 3° ano do Ensino Médio.

NA REDE – A Educação Empreendedora/Atividade Empreendedorismo é um Programa de Atividade de Ampliação de Jornada Escolar ofertado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae/PR) em 64 escolas estaduais de todas as regiões do Estado.

O objetivo da oferta da modalidade de ensino é possibilitar a ampliação de tempos e espaços de aprendizagem por meio de práticas pedagógicas interdisciplinares que desenvolvam o protagonismo juvenil e as potencialidades empreendedoras, articuladas aos conhecimentos necessários para a formação humana integral dos 5,8 mil estudantes do Ensino Fundamental e Médio atendidos pelo programa.

TAGS

Comentários

Veja Também

O novo curso do Centro Europeu terá início no próximo dia 22 de janeiro e será comandado pelo cineasta Luca Amberg
Especialista enumera 8 dicas para realizar um intercâmbio neste ano, sem que a experiência pese no bolso
Interessados podem se inscrever pelo site ou na secretaria do Cursinho
A Universidade Federal do Paraná ingressou no restrito grupo de instituições de ensino superior brasileiras que alcançaram conceito máximo (5) no Índice Geral de Cursos (IGC), o indicador mais abrangente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)
De acordo com levantamento do CIEE, probabilidades crescem por conta das vagas chamadas sazonais

Publicidade

© 2018 Barulho Curitiba | Desenvolvido por PDi.